Motivação em Tempos de Crise

Quando uma crise se apresenta muitas pessoas reclamam dizendo que é difícil manter a motivação nesta situação.

Neste ponto deparamos com um erro de interpretação muito comum sobre a questão da motivação. Quando as coisas estão caminhando bem, quando o mercado está aquecido, enquanto o Brasil está batendo recordes de exportação, enquanto as vendas no comércio são realizadas sem muito esforço, enquanto as indústrias trabalham em três turnos, enfim. Achamos que estamos motivados, mas na verdade estamos apenas embalados pelo bom momento. São fatores externos que estão nos animando.

     Motivação é intrínseco. E é justamente quando o fator externo não é muito favorável que descobrimos quem realmente tem motivação.

Quando uma crise chega, uma pessoa que tem motivação enxerga a situação como um desafio e até mesmo uma oportunidade de se destacar. A pessoa motivada, com o seu otimismo e confiança, se concentra no desenvolvimento de estratégias para se fortalecer e entra em ação, resultando, em muitos casos, numa inovação que revoluciona sua vida profissional.

E a boa notícia é que motivação pode ser adquirida, mesmo com crise. Motivação é um estado de espírito que construímos quando enxergamos possibilidades de melhora. E é ai que entra a palestra de motivação, um evento que leva os participantes a reaver os valores pessoais que nos levam a superação.

Esta “crise mundial” é um grande momento, um momento de transformação, de evolução, um momento onde muitas máscaras vão cair e em contrapartida muitos impérios vão nascer graças à necessidade de criar, de inovar, e é neste momento que encontramos grandes líderes, encontramos quem realmente é motivado, quem realmente é competente, quem se preparou, ou seja, quem sabe resolver.

Se as coisas estiverem difíceis não perca tempo, assista a uma palestra de motivação. Deixe que alguém lhe ajude a ajustar seu foco para a solução. E lembre-se sempre desta sabedoria: “temos que cavar um poço antes de sentir sede”, portanto, mesmo quando o Brasil retomar o crescimento, quando estivermos embalados novamente não esqueça de se preparar para saber lidar com os bons e maus momentos que formam a eterna dança da vida, assim você sofrerá menos nos maus momentos e aproveitará melhor os bons momentos.